quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Há limites para a bolha da ciência?

Oi pessoal,
O blog Ciência Brasil está se juntando a aliados tupiniquis na luta contra a numerologia escatológica promovida pelas agencias de fomento a pesquisa, prática essa liderada pela Capes. Mas muito cuidado, nossos líderes só gostam de elogios !
.
Apresento aqui o blog de Alexandre Hannud Abdo, que também escreve sobre o tema. Ele criou um termo bem interessante: NUMEROCRACIA. Vamos aos seus posts:
.
Avaliando cientistas: índices bibliométricos e numerocracia
.
Para ler o texto do Addo clique no link abaixo:
http://stoa.usp.br/abdo/weblog/29473.html
.
Como relação a outro post, resolvi reproduzi-lo na íntegra.
.
Há limites para a bolha da ciência?
.
Há anos o governo brasileiro vem promovendo uma bolha na ciência através da submissão dos recursos de pesquisa a uma das mais radicais numerocracias já vistas.
.
O resultado dessa bolha é conhecido: índices inflados que beneficiam administradores públicos incompetentes, trabalhos pouco inovadores que prejudicam o desenvolvimento da ciência, e o abandono dos fundamentos éticos imprescindíveis ao trabalho científico.
.
Mas terça-feira (14/10) o Estadão deu em notícia reproduzida pelo Jornal da Ciência:
"Universidades de SP caem em ranking internacional"
.
Será esse um indício dos limites da bolha da ciência? Será que alcançamos o fim da capacidade da picaretagem numerológica? Ou surgirão novos mecanismos de falsidade e irresponsabilidade?
.
A resposta é provavelmente que arranjarão novas maneiras de maquiar a banalização das universidades no país do espetáculo. E o boneco agora chama-se educação a distância, fiquem atentos que a novela continua.
.
Saudações, Abdo

Nenhum comentário: