domingo, 12 de outubro de 2008

UnB news: O Cespe, Romilda e seus REAIS

Oi pessoal,
A imagem acima foi retirada do blog UnB Livre, que fez um "clipping" do que saiu hoje no Correio Braziliense. Para conhecer as novidades da novela Os Reias do Cespe, clique aqui.
.
Para relembrar outros capítulos ver:
.
Cespe é supeito de fraude em concursos - UnB Livre
.
Cespe: MEIO BILHÃO de reais na mira da CGU - CienciaBrasil
.
Em tempo: 
A reitoria temporária pensa em transformar o Cespe em uma fundação (*). Ou seja, por mais coisas erradas que o Cespe supostamente tenha feito, ainda podemos saber cada um dos seus gastos via Portal da CGU. Em virando fundação, será transparência ZERO. 
.
É isso que a PTzada quer ?
.
*: Deu no Correio (versão impressa) de ontem.

10 comentários:

Anônimo disse...

É... e a vida segue... e hoje tem

Festa no Gueto, pode vir, pode chegar
Misturando o mundo inteiro, vamos ver no que é que dá
Hoje tem festa no gueto, pode vir pode chegar
Misturando o mundo inteiro, vamos ver no que é que dá
Vem gente de toda cor, tem raça de toda fé
Guitarras de Rock 'n Roll, batuque de candomblé, vai lá

Pra ver a tribo se balançar, o chão da terra tremer
Mãe preta de lá mandou chamar

Avisou, avisou, avisou, avisou

Que vai rolar a festa, vai rolar
O povo do gueto mandou avisar!

Paulo Rená da Silva Santarém disse...

1 - Tomara que recuperem a grana.

2 - Marcelo, se eu fosse você, não aceitava anônimos. É um desprestígio para o blog.

A despeito da liberdade, acho que as pessoas deveriam assumir suas responsabilidade. Mas, ok, entendo quem usa dessa tática.

Mas, pô, para transcrever Ivete Sangalo precisa se esconder?

Anônimo disse...

"A despeito da liberdade (DE QUEM?), acho que as pessoas deveriam assumir suas responsabilidade (QUE PESSOAS? O PESSOAL DO GUETO? OU QUEM LEVOU A GRANA TODA?). Mas, ok, entendo quem usa dessa tática (QUE TÁTICA?)".

Anônimo disse...

Olá Marcelo Hermes

Quanto à sua pergunta relativa à transformação do Cespe em Fundação está claro que a transparencia é conveniente quando os "companheiros" podem tirar dividendos políticos. Quando no poder é claro que não é conveniente. Este é o modo petista de fazer política.

Uma perguntinha: estas decisões devem ser tomadas por um reitor "pro tempore"?

Lembre-se que nós quando sentamos num vaso sanitário estamos numa posição pro tempore! Portando, parcimônia!

Bom domingo!

Anônimo disse...

Prof Hermes

Não tenho procuração para defender ninguém mas, convém sermos mais criteriosos nas nossas críticas sem perder a visão do todo, ou não?

Achei meio estranho os cálculos da verba auferida pela Dona Romilda, senão vejamos:

- a grosso modo, de 1997 a 2005 são 9 anos, 117 meses, o que dá em torno de R$ 10.256,00 ao mês, o que totalizaria o escandaloso R$ 1,2 milhão. Seria razoável tal salário mensal para a então diretora do Cespe?

- agora empregar a família quase toda ...argh.

Por outro lado o nosso Correio Brasiliense, emérito puxa-saco do governador de plantão não estaria a serviço dos interesses das universidades privadas que se sentem ameaçadas pela expansão da UnB rumo ao entorno?

Tem muita grana envolvida, tem muitos interesses sendo contrariados!

Perceberam como se pode manipular números e direcionar críticas com fins bem definidos? Afinal, quem se preocupa em fazer uma mera operação de aritmética básica?

Cuidado com a posição de inocente útil!

Vale um doce para quem encontrar uma crítica no Correio Brasilense ao atual governador do DF nos próximos quatro anos!

Boa semana a todos e olho vivo!

Anônimo disse...

E os outros Diretores (por sinal a maioria professores) que na época rezavam na cartilha da Romilda? Não sabiam e não viam nada? E o Mr. braço direito da Dama-de-ferro do CESPE ? Vivemos por acaso num país só de cegos?

Por que esses camaradas professores não denunciaram a diretora? Essas coisas que também não dar para engolir. Deve aparecer mais ERRO e a Romilda provavelmente não vai levar toda a culpa nas costas. A UnB sempre teve muito sugador ganacioso que jamais iria permitir uma funcionária levar tanto e OUTROS ficarem só na saudade.

A saída do prof. Mauro Moura do Cespe também foi muito misteriosa! Vixe, tiraram a tampa da panela e agora vai espirrar Kaca pra todo lado. Espera só!

Anônimo disse...

Olá,

Pelo que sei, a saída do prof. Mauro Moura (uma pessoa honrada) foi justamente por meter o dedo na ferida. Pediu a cabeça dela ao reitor e teve como resposta a própria cabeça guilhotinada. Ela foi mantida lá todo este tempo por única e exclusiva responsabilidade do reitor.

Acho que uma vez apurada e provada as responsabilidades dela em desvios irregulares, as mesmas responsabilidades devem recair sobre a reitoria, pois foi avisada e poderia ter agido no momento certo.


Prof. FT.

Anônimo disse...

Isso que você coloca caracteriza mais uma formação de quadrilha na UnB: L-R-T.

Anônimo disse...

Romilda a Capo-Cespe!!!!!!

Anônimo disse...

Que eu saiba quem ajudou a bancar o Arruda não foi o Correio.
Quem segurou aquele processo da grana do INSS no gabinete do Fraga não foi o Correio.
Será que o Correio vai pagar por tudo ?