terça-feira, 14 de abril de 2009

Gordura marrom ajuda emagrecer ?

Oi pessoal,
A estória é bem interessante. Vamos explorar isso esta semana. O que o tecido adiposo marrom (BAT, sigla em inglês) tem a ver com obesidade e com perda de peso ? Muito tem sido dito e publicado sobre o tema, com uma discussão do tipo "indo e vindo" (lembrando muito a estória sobre ovo ser bom ou mau para nossa saúde).
.
O BAT é um tipo de gordura que produz calor por meio de suas mitocondrias desacopladas, e com isso queima calorias. É bom para esquilos e ratos (publiquei recentemente um estudo sobre radicais livre e BAT de esquilos do Alaska).
.
Até onde eu sei, pelo menos na última década o "certo" era que humanos teriam muito pouco BAT (exceto quando somos bebezinhos) e ele não poderia contribuir em muito com queima de gorduras, e portanto com o emagrecimento.
.
Mas esta semana sairam 3 artigos no New England Journal of Medicine (NEJM) que mostram que não é bem assim. Há sim uma correlação entre IMC e quantidade de BAT em humanos. Ou seja, quanto mais gordinho, menos BAT você tem. Assim, o BAT poderia contribuir em manter o peso dos magros que comem muito.
.
Os artigos do NEJM só estarão disponíveis aos mortais na semana que vem. Por agora podemos apenas ler os resumos (os Abstracts) desses estudos - aqui, aqui e aqui.
.
Outra opção é ler o que deu no New York Times:
.
Calorie-Burning Fat? Studies Say You Have It
.
For more than 30 years, scientists have been intrigued by brown fat, a cell that acts like a furnace, consuming calories and generating heat. Rodents, unable to shiver effectively to keep warm, use brown fat instead. So do human infants, who do not shiver very well. But it was generally believed that humans lose brown fat after infancy, no longer needing it once the shivering response kicks in. That belief, three groups of researchers report, is wrong. (...)
.
Leia o texto completo clicando aqui.
.
MAIS
Para quem se interessou pelo tema, dê uma conferida neste artigo de revisão, publicado em 2007 no Am. J. of Physiol.: Unexpected evidence for active brown adipose tissue in adult humans.

Um comentário:

Gorda disse...

Excelente artigo. Obrigado