quarta-feira, 21 de março de 2012

Zé do MST trama o controle dos professores interferindo na assembleia da Adunb e manipulando a todos via site da UnB !


Acabo de receber de um leitor!!

Vem ai mais um golpe do Zé do MST [o grande timoneiro] junto com os alunos dos partidos de esquerda. Querem inviabilizar o plebiscito decidido em assembleia pelos professores. O plebiscito esta marcado para inicio de abril e querem adiar para maio e realizar um plebiscito junto com estudantes e funcionarios. Velho golpe que foi vencido na assembleia do ano passado em que o calendario foi decidido. Professores, fiquem atentos. Nem dizer o sistema de escolha os professores podem mais.

A ordem na Secom é voltar o site para silenciar esse debate e enfraquecer a consulta decidida em assembleia dos professores. O zé esta preocupado e voltou a pedir apoio da turma de alunos que o elegeu a reitor. Vejam a materia no site, sao os alunos de sempre nas fotos.

14 comentários:

Anônimo disse...

Sou associado da ADUNB, mas não vejo razão em sê-lo. Para que ser associado e pagar contribuição se qualquer um pode comparecer às discussões e votar? Estou decidido em rever essa situação e deixar de contribuir para esta Associação.

Anônimo disse...

Sempre os mesmos.
Essa moça do Serviço Social está em todas as manifestações, sempre com mesmo discurso retrógrado, cansativo, maçante.
Ela não estuda não? Só faz políticagem nos corredores da UnB?

Plebicito JÁ!
PARIDADE NÃO!
FORA ZÉ! MÁRCIA, PEDRO, PAULO C. VOLNEI E OUTROS CARIMBADOS!

VAMOS RETOMAR A ORDEM DAS COISAS NESTA UNIVERISDADE MARAVILHOSA QUE TEMOS, MAS DEPENDE DE TODOS!

Anônimo disse...

Esquerdopatas estão querendo a todo custo manupular os estudantes para atingirem seus objetivos mesquinhos. Yuri Soares que é formando têm confeccionado panfletos, textos com recursos não se sabe de quem para fomentar a campanha Pró-Paridade.

Anônimo disse...

DCE não ceda à pressão desses alunos esquerdistas que só querem transformar a UnB em reduto dos partidos políticos dos quais fazem parte!

Resista DCE!

Anônimo disse...

Ué, mas o DCE não tinha guinado à direita?

Anônimo disse...

Quoque tanden, Catilina !!!

Não há quem aguente mais esse tipo de manipulação. Onde já se viu tanta interferência indevida. Os professores, através do seu sindicato, decidiram em assembléia fazer a consulta aos seus associados. Não cabe ao Reitor manipulador interferir na decisão soberana dos professores. Chega de tanta pilantragem. Acuerda, macacada, como diz o macaco Simão todas as manhãs !!! Não podemos deixar que a mediocridade e a incompetencia do atual grupo que dirige a UnB nos coloque na vala comum das universidades sem hierarquia e sem qualidade acadêmica.

Anônimo disse...

A UFRGS vai no msm caminho da UNB...

Anônimo disse...

Na UFRGS a paridade não existe. Portanto a UFRGS está longe de ir no msm caminho da UnB. Ao contrário.

Anônimo disse...

Sim o DCE guinou à Direita, mas acima da Diretoria tem o CEB (Conselho de Entidades de Base) que é composto por Centros Acadêmicos (em sua maioria de esquerdopatas). O DCE fica refém do CEB e tem de agir segundo as determinações desse conselho.

Anônimo disse...

A esquerda quer dar um golpe no DCE. Nada de novo, a esquerda nunca soube conviver com a democracia.

Alguém duvida que eles teriam melado a eleição se sequer sonhassem que perderiam o DCE? Se duvida veja o que aconteceu nas eleições para o DCE da USP.

É preciso denunciar o golpe que a esquerda está dando no DCE da UnB.

Anônimo disse...

Ah, tenham paciencia, os professores agora serem impedidos de declarar, como categoria, o tipo de votação preferido é demais. Onde querem chegar com tudo isso? Qual é a tua, Zé?

Anônimo disse...

ao anônimo..A UFRGS não tem a tal paridade,mas está prestes a aderir

Anônimo disse...

Para aqueles mal informados, como o anônimo das 19:34, a UFRGS já rejeitou a paridade em seu conselho superior. É decisão tomada e não tem mais conversa. Vai seguir a lei. Atualizem-se.

Anônimo disse...

Marcelo, fique de olho!

http://www.correioweb.com.br/euestudante/noticias.php?id=28078