sábado, 7 de abril de 2012

Dois universos paralelos (Coluna do Prof Aruy Marotta)

Oi pessoal,
Estamos iniciando uma nova coluna, do Prof Aruy Marotta, físico da Unicamp, coordenador do Lab de Plasma Industrial (http://www.ifi.unicamp.br/~aruy/).

Vamos ao material que recebemos.

Os dois universos paralelos ou gêmeos, um de matéria (o nosso) e o outro, de antimatéria

A Teoria dos Universos Gêmeos de Jean-Pierre Petit explica para onde foi a antimatéria após o Big-Bang, a origem da matéria escura, a origem da energia escura, os braços espiralados das galáxias e outros mistérios sem explicação na Física Atual.

Jean-Pierre Petit, físico frances, especialista em Magneto-hidrodinâmica, Cosmologia, Gravitação, ex-Diretor do CNRS, França

A seguir, uma explicação sobre para onde foi a antimatéria após o Big-Bang e a origem da matéria escura.

A Fisica Atual não consegue explicar o sumiço da anti-matéria no momento do Big-Bang, uma das questões não explicadas pelo Modelo Padrão. No Big-Bang teriam surgido a matéria e anti-matéria, mas nosso universo contem apenas matéria. Para onde foi a anti-matéria? Sakharov, físico, inventor da bomba H russa, levantou a hipótese de que existiriam 2 universos paralelos, um de matéria e outro de anti-matéria.

O premio Nobel Abdus Salam tambem teria admitido essa ideia.

Jean-Pierre Petit publicou uma série de papers desenvolvendo a teoria dos universos paralelos ou gêmeos. Mas a Cosmologia Tradicional silencia sobre essa ideia. Não é ideia aceita! O que é impressionante é que Jean-Pierre Petit consegue explicar uma série de fenômenos misteriosos do universo com a idéia dos universos paralelos.

O livro "Perdeu-se Metade do Universo" de PETIT, JEAN-PIERRE (em Portugues de Portugal, 1997) apresenta essa idéia genial.

Universos paralelos, enantiomorfos, interagem só pela gravidade repulsiva, não atrativa, como é dentro do nosso universo. Em cada universo gêmeo a gravidade sempre atrai, mas entre os universos a gravidade repele. Isso explicaria a Materia escura, descoberta em 1920, a chamada missing mass nas galaxias, porque se observava que os braços das galaxias giram mais rapido ao redor do centro do que o previsto por Newton (por exemplo, quanto mais massa tiver o Sol, mais rapido a Terra devera girar entorno do Sol). O mesmo com as galaxias, mas cade a massa? Deveria a galaxia ter muito mais estrelas (mais massa), mas os astronomos nao conseguem ver essa massa (estrelas) toda dentro da galáxia para prover a massa exigida por Newton! Entao surgiu a ideia de materia escura, invisivel, nao emitindo luz que compensaria a ausencia de estrelas. Essa materia escura estaria dentro da galaxia, atraindo, ou fora da galaxia, repelindo.

Hoje se sabe que essa materia escura forma um halo envolta da galaxia que repele as estrelas da galaxia. O efeito é o mesmo que se materia estivesse dentro atraindo. A ideia de Petit é que essa materia escura nao existe no nosso universo, mas no universo gemeo, repelindo e formando um halo em volta da galaxia do nosso universo. A distribuicao de massa é diferente, sendo um o complemento do outro. Sabe-se que existe muito mais materia escura que materia visivel. Essa materia escura, segundo Petit, seria constituida de anti-materia, mas existiria no universo gemeo ao nosso universo! Voce tb pode detectar a materia escura pelo efeito de lente (lensing effect), descoberto por Einstein. Mas nos nao podemos ver essa materia escura pois nao esta no nosso universo, so vemos o efeito que ela produz nas nossas galaxias!

Se voce passar para o universo de anti-materia voce vai ver a materia escura que sao galaxias de antimateria. Os Universos gemeos interagem por gravidade repulsiva, mas nao por forcas eletro-magneticas, logo a luz nao passa de um universo a outro, so a gravidade (repulsiva). Da mesma forma, nao se entende o buraco negro que na Fisica é uma singularidade (infinito). O buraco negro nao seria uma singularidade, segundo Petit, mas uma passagem finita para outro gemeo-universo (seria uma ponte entre os universos gemeos).

Como explicar o desaparecimento da anti-materia do nosso universo no Big-Bang? A materia ficou para formar o nosso universo e a anti-materia para formar o gemeo do nosso universo. Com esse modelo milhares de respostas sao encontradas que resolvem as contradicoes da Fisica Atual (Fisica do Seculo XX). Simplesmente fantastico!

Sites de Jean-Pierre Petit:

http://www.bigravitytheory.com/
http://www.jp-petit.org/science/f300/where_is_the_matter_2001.pdf
http://www.jp-petit.org/science/f200/sommaire_de_f200.htm

2 comentários:

Clovis Maia disse...

Não cabe aqui uma crítica completa dessa teoria (afinal, isso é um blog, não um Journal), mas alguns problemas factuais facéis de se identificar no post:


"Hoje se sabe que essa materia escura forma um halo envolta da galaxia que repele as estrelas da galaxia. O efeito é o mesmo que se materia estivesse dentro atraindo."

- Não há sentido nessa idéia. Mesmo que se postule um halo de "materia anti-gravitativa" em torno de nossa galáxia, o efeito médio desse halo seria *nulo* - algo análogo à gaiola de Faraday, i.e. você só sente a gravidade (ou a antigravidade) de matéria que está interior à galáxia, o fluxo total da força "antigravitacional" do halo seria nulo. (E.g. é como você não sentir força elétrica *dentro* de uma esfera carregada, ou de uma gaiola, como Faraday identificara há quase 200 anos.



"Essa materia escura, segundo Petit, seria constituida de anti-materia, mas existiria no universo gemeo ao nosso universo!"

- A não ser que ele use a palavra "anti-materia" em contexto diverso ao uso corrente na Fisica, isso está certamente errado. Anti-matéria é ainda matéria bariônica - que gravita igual matéria comum; logo sequer tem o efeito antigravitacional apontado acima - e já está descartado observcionalmente que a matéria escura seja matérica barionica (i.e. materia "comum").

Há vários outros erros/incoerências no texto, mas paro por aqui.


Clovis

Violet Baudelaire disse...

Realmente, a postagem é muito boa. Mas há algo que não compreeendi: como o buraco negro pode ser esta tal ponte se é apenas quando a massa de uma estrela entra em colapso? O que há demais num buraco negro? é o alto nível de gravidade? E se a matéria escura está mesmo em outro Universo, como pode atuar no nosso?
Gostaria de uma resposta.
Grata,
Violet Baudelaire